Imagem capa - As Palavras Certas: Escolhendo o Celebrante de Casamento por EF Cerimonial

As Palavras Certas: Escolhendo o Celebrante de Casamento

Seja em casamentos na praia, na igreja ou em qualquer outro lugar, uma coisa é inevitável: é simplesmente belo a sensação de sentir o coração acelerado, borboletas na barriga e aquela emoção em conjunto com alegria e gargalhadas espontâneas. É exatamente essa a função do celebrante de casamento, é ele quem vai aflorar os sentidos e despertar sentimentos, é ele quem vai contar a história de vocês e para que isso seja perfeito é preciso que entendam um pouco mais sobre.

Quando falamos sobre cerimonias estamos falando de rito que é tradicionalmente realizado em diversas culturas quando duas pessoas se amam. Podemos dizer que para que uma cerimônia seja perfeita ela deve conter 4 questões: a história do casal, a família, as convicções religiosas e o efeito civil.



(Foto: Guilherme Tonna)


EF: Porque é tão importante ter um celebrante de casamento? O que você acha que ele representa no dia?  


Maria Paula | Atelier do Sim: A celebrante é a alma da cerimônia assim como o DJ é a alma da festa. Ela representa a criação de um momento único e inesquecível que se tornará uma memória afetiva não só para os noivos mas para todos os convidados.


Tipos de celebrantes 


Religiosos 

Aqui podemos citar os pastores, padres, rabinos, etc.... Esses tipos de celebrações costumam seguir um roteiro já pré definidos de cada religião. Neste é possível realizar um casamento religioso com efeito civil.


Como faço o casamento religioso com efeito civil?


Primeiros vocês devem retirar a Certidão de Habilitação que é feito através do cartório. Para que serve? Basicamente é para constar que os dois estão aptos para realizar o casamento e assim poder entregar para a congregação e ocorrer o Termo religioso com Efeito Civil.

Sabe os papeis que os noivos assinam no final da cerimônia? Então, é isso! O documento vai ser assinado pelos noivos (obviamente), os padrinhos escolhidos e o celebrante, depois do casamento o casal deve retornar até o cartório e troca-la pela Certidão de Casamento.



(Foto: Love Shake)


Ecumênicos

São celebrantes que podem realizar cerimônias religiosas, mas sem se ater a ritos. É uma ótima escolha para os noivos que possuem religiões diferentes, além de ser uma celebração completamente personalizada.


Agnósticos 

Os celebrantes de esse estilo não possuem vínculo com qualquer religião ou crenças, eles costumam realizar celebrações mais neutras. Elas são vivas e espontâneas, cheia de personalidades.


EF: Como celebrante: qual é a importância de captar a essência do casal?


Bruno Flores | Bem Dito Casamento: Captar a essência é o que vai permitir o celebrante ficar à vontade pra conduzir a cerimônia com segurança. Só assim, ele vai saber até onde ir no humor, até onde ir na emoção. Vai saber o que revelar, o que deixar subentendido, como tocar o sentimento das pessoas. Captando a essência do casal, o celebrante vai saber o que o casal quer ouvir naquele momento tão especial.




(Fotos: Lenine Serejo)


Juiz de Paz 

É um magistrado formado pela Secretaria de Justiças que possuem a permissão de realizar casamentos civis.Geralmente os noivos que optam por essa escolha é porque eles não desejam realizar casamento religioso, o Juiz de Paz se dirige até o local da festa e realiza a cerimônia.


EF: Que papeis são necessários para realizar esse tipo de celebração? 


Vera | Juiza de Paz:Os noivos devem dar entrada no processo de habilitação de casamento no cartório de registro civil. Devem ir acompanhados de duas testemunhas e dizer que querem dar entrada no processo de habilitação.


Deverão levar os seguintes documentos:


-Cópia autenticada do RG, CPF, Certidão de nascimento e Certificado de residência (conta de gás, luz ou telefone) da noiva que reside na Barra

- Cópia autenticada do RG e CPF das testemunhas que deverão acompanhá-los até o cartório.


*Atenção: As testemunhas do processo não precisam ser as mesmas do dia.  

 

No Cartório irão preencher um documento chamado memorial de casamento e eles devem pedir, aproximadamente, 40 dias para a volta do casal. Quando eles voltarem, devem dizer que irão casar fora do Rio e farão a transferência e precisam da Habilitação de Casamento original e da cópia do processo.    O cartório de Búzios exige quatro testemunhas, sendo assim, no ato da transferência, devem anexar cópia autenticada de mais duas pessoas. Com isso em mãos, será feita a transferência para o cartório de Búzios.  Eles podem ir até lá e fazer pessoalmente, enviar pelo correio ou me entregar, que eu mesma levo os documentos. A certidão de casamento será entregue após a cerimônia para uma de vocês ou diretamente aos noivos.


Cerimônias para casamentos bilingues


Muito normal acontecer que muitas vezes a noiva ou o noivo são estrangeiro, ou seja que alguns dos convidados pode que não entendam o português(ou no caso a lingua que foi escolhida para realizar a cerimônia), e é ai que entra as cerimônias bilingues. É possível sim realizar a mesma cerimônia e que todos entendam do que estão falando.


EF: Qual é a melhor solução para casamentos bilingues?


Dudu | Noivo Terapia: Já fiz em várias línguas e de várias formas. As mais comuns são com tradução simultânea (eu falo em português, e em seguida outra pessoa fala no idioma escolhido), ou então traduzindo o texto, e alguém enviando na hora da cerimônia para os celulares das pessoas que não falam português. Contudo, já ouvi de um convidado que não falava nosso idioma, que ele tinha “sentido” cada palavra! E isso em uma cerimônia inteira em português! Um casal da Esther, Brunna e Bruno, que agora são papais de uma mini hipster linda, lá na Suíça! As vezes não é sobre o que entra em nossos ouvidos, mas sobre o que entra em nossos corações.


(Video: ShowMotion)


#DicaEFCerimonial: Recomendamos que as cerimônias em Búzios tenham ao redor de 30 / 40 minutos, lembrem-se que cada minuto vale ouro. O por do sol não espera e não queremos bater fotos no escuro, não é mesmo? Por isso sempre procurem saber antecipadamente quanto tempo dura a celebração de cada fornecedor.


As perguntas que não podem faltar no grande encontro como celebrante


  • EF : Qual é a pergunta que todo noivo faz e que com certeza não pode faltar na hora de conhecer o celebrante?

  •  
  • Bruno Flores | Bem Dito Casamento: Existe a pergunta que todos noivos fazem: "quanto tempo dura a cerimônia?”. Mas a pergunta que eu acho que todo casal deveria fazer a um celebrante é "você ama o que faz?".

  •  
  • Dudu | Noivo Terapia: eu acredito que são duas perguntas! A primeira é sobre o tempo da cerimônia, principalmente para casamentos diurnos. Muitos não querem cerimônias longas e cansativas, e que acabem “invadindo a noite”. Por isso muitos me perguntam quanto tempo tem a minha cerimônia, que em média dura uns 40 minutos, da entrada do cortejo ao beijo final. A segunda pergunta que mais me fazem acontece na hora da entrevista. Como o meu papo não tem um roteiro ou algo parecido, é muito mais uma conversa entre amigos, quando terminamos, sempre ouço a mesma coisa: falei muito, né?! E pra mim, quanto mais material melhor! Já cheguei a ficar 6 horas direto em um bar batendo papo com um noivo! Saímos somente quando o bar fechou! Haha

  •  
  • Maria Paula | Atelier do sim: com certeza "Qual é o seu estilo de cerimônia?" É importante saber que tipo de cerimônia o celebrante faz. 



(Foto: GF Photos)

  •  
  • EF: Qual é a pergunta que todo celebrante com certeza faz na hora da reunião?

  •  

  • Maria Paula | Atelier do sim:com certeza é "como vocês se conheceram?"
  •  

  • Bruno | Bem Dito Casamento: Além das básicas "Onde, quando, como se conheceram? Como foi o pedido? O que mais gosta do fulano?", eu acho que a principal pergunta é "o que o amor mudou na sua vida?".
  •  

  • Dudu | Noivo Terapia: Acho que todo celebrante pergunta como os noivos se conheceram, mas no meu caso, isso acaba fazendo parte de um todo. Como disse acima, minhas entrevistas não tem roteiro, nada é engessado, mas elas começam sempre com a mesma pergunta: qual é a sua memória mais antiga? Explico. Antes de entender quem eles são como casal, preciso entender quem eles são como indivíduos. Assim consigo entender porque se escolheram, ficaram juntos e resolveram chegar no grande dia. Fora que é super legal saber de umas histórias de infância, e colocar isso no texto. Todo mundo cai na gargalhada!



 (Foto: Muiz e Maia)


Os nossos parceiros


Dudu | Noivo Terapia:

Contato: 21 98275 - 3737

Site: https://www.noivoterapia.com.br/

Instagram: https://www.instagram.com/noivoterapia/

 

Bruno Flores | Bem Dito Casamento: 

Contato: 21 97657 - 4255

E-mail: [email protected]

Instagram: https://www.instagram.com/bemditocasamento/


Maria Paula | Atelier do sim:

Contato:  21 98802 - 0888

E-mail: [email protected]

Instagram: https://www.instagram.com/atelierdosim/


Vera Bandeira | Juiza de Paz:

Contato:  21 98750 - 9976


Lembrem-se que o casamento é um momento único! É importante vocês terem muita empatia com quem vai contar a história de amor, perguntem muito, tirem todas as dúvidas e dessa forma vão conseguir ter a cerimônia que sempre sonharam!